COMO USAR A CRISE A SEU FAVOR: 11 NEGÓCIOS DE SUCESSO EM TEMPOS DIFÍCEIS


Autor: Fonte: Sage

Data: 09/10/2019



O   ditado popular  diz que “é na crise que se cresce” e ele não poderia estar mais correto. Os momentos de crise, de uma forma ou de outra, acabam tirando as pessoas das chamadas “zonas de conforto”. Obviamente, estar desemprego nunca é algo bom, mas é preciso enxergar cenários como esse como oportunidades. Empreender em tempos de crise, diferentemente do que você possa imaginar, não é um mau negócio desde que você tenha perseverança e faça as escolhas certas.


EMPREENDER EM TEMPOS DE CRISE: VALE A PENA?


Sim, e muito. Momentos de crise, em geral, significam fechamento de postos de trabalho e busca por novas formas de se executar tarefas. Empresários invariavelmente procuram novos fornecedores nesse período e mesmo os consumidores reveem as suas decisões de compra. Assim, em ocasiões como essa, algo novo tende a ter maior atenção e é justamente aí que o seu negócio pode prosperar. Somente o fato de se colocar no mercado oferecendo uma nova perspectiva já é algo visto como positivo pelos demais, que tendem a aceitar melhor as suas idéias.


11 NEGÓCIOS PARA EMPREENDER EM TEMPOS DIFÍCEIS


Não é difícil perceber que iniciar o seu próprio negócio mesmo em meio a um período de incertezas é um bom caminho. Porém, muitos empreendedores iniciantes têm dúvidas sobre em quais áreas as chances de sucesso são maiores. Listamos algumas que podem ser consideradas “ideias” para esse momento. São negócios acessíveis, que requerem baixo investimento, e que permitem que você possa iniciar os trabalhos rapidamente.


CONFIRA AS NOSSAS SUGESTÕES


REPAROS, REFORMAS E CONSERTOS EM GERAL


Quando a crise aperta temos tendência a colocar a compra de itens novos em segundo plano. Comprar uma calça nova é ótimo, mas custa mais caro do que reformar aquela que ainda dá conta do recado. Portanto, opções mais econômicas acabam tendo maior procura. Em se tratando de reparos, reformas e consertos, as oportunidades são muitas:


COSTURA E CUSTOMIZAÇÃO DE ROUPAS: em vez de comprar roupas novas, ajustar aquelas que estão apertadas ou mesmo customizar peças para dar a elas um novo visual passam a ser ótimas opções.


PINTURA, ELÉTRICA E HIDRÁULICA:as grandes reformas ficam em segundo plano nesse momento, mas reparos imediatos sempre têm um grande mercado. As áreas de elétrica e hidráulica, por exemplo, têm demanda contínua.


SAPATARIA: assim com as peças de roupa, os sapatos novos também deixam de ser prioridade e muitos buscam recuperar os calçados que já possuem.


ASSISTÊNCIA TÉCNICA DE ELETRÔNICOS E ELETRODOMÉSTICOS: comprar um smartphone ou uma TV em momentos de crise não é algo que passa pela cabeça dos usuários. Assim, surge a oportunidade de consertar os itens com defeitos mais simples, como telas rachadas, por exemplo.


RESTAURAÇÃO DE MÓVEIS: muitos terão vontade de comprar móveis novos, mas não terão condições. A solução é restaurar peças antigas. Aliás, esse é um conceito que está em alta na última década.


OFICINAS MECÂNICAS: trocar de carro ficará para depois que a crise passar. A hora agora é de fazer a manutenção no carro já existente. Aproveite mais essa oportunidade.


VENDAS DE PRODUTOS USADOS


Repare que em período considerados mais difíceis os consumidores costumam procurar em casa itens que não estão mais utilizando e tentam passá-los adiante, numa tentativa de garantir uma renda extra. Por que não aproveitar essa chance?


BRECHÓ: a cultura de comprar roupas usadas em brechós vem se popularizando no Brasil. Os consumidores têm visto essas lojas como oportunidades preciosas de encontrar roupas de marca, de boa qualidade, com preços acessíveis.


SEBO: mais do que livros e revistas usados, os sebos se tornaram locais de acesso rápido e fácil à cultura. Essa também pode ser uma grande oportunidade de negócio nesse momento, tanto para adquirir itens quanto para vendê-los.


ALIMENTAÇÃO


Com crise ou não, todos nós precisamos nos alimentar. A diferença aqui é como nos alimentamos, especialmente no que diz respeito a comer. Se os restaurantes costumam sentir os efeitos da crise, em trabalhos mais personalizados as oportunidades só aumentam. É o caso de empreendedores que entregam marmitas, por exemplo. Essa ainda é uma solução prática e que custa menos do que comer fora. Para a sobremesa, os bolos passam a ser a opção com melhor custo-benefício. Uma prova disso são os bolos no pote, que estão em alta no país.


MARKETING ONLINE


Você tem bons conhecimentos em redes sociais? Se a resposta for positiva então prestar consultoria ou produzir conteúdo para elas pode ser uma ótima maneira de começar um negócio em tempos de crise. Use o seu conhecimento para ajudar negócios a atraírem mais clientes e você terá uma oportunidade incrível de iniciar uma empresa no segmento de marketing online.


O QUE AVALIAR ANTES DE EMPREENDER DURANTE A CRISE


Mesmo sabendo que as áreas acima são as que apresentam maiores chances de sucesso, é preciso levar em consideração alguns fatores para se destacar no mercado. Acima de tudo, é preciso mudar a sua mentalidade: você agora é responsável pelo seu sucesso.


ANALISE O MERCADO


Boa parte do sucesso, independentemente da área escolhida, tem relação com a maneira como você enxerga as oportunidades. Abra a sua mente e veja soluções onde outros veem apenas problemas. Crie parcerias conversando com comerciantes da sua região. O boca a boca continua sendo uma das formas mais eficientes de marketing.


NÃO DESCUIDE DO FINANCEIRO


Os primeiros meses de um negócio são os mais difíceis e, por essa razão, é preciso manter as finanças em rédeas curtas. Se possível, não gaste mais do que ganha e reduza os custos onde for possível. Lembre-se: seu empreendimento precisa ser funcional, deixe o luxo e o que não for essencial para depois.


OFEREÇA DIFERENCIAIS


O que você pode oferecer de diferente aos seus clientes? Além de soluções mais interessantes para atender as necessidades deles, aos poucos você pode diversificar a sua oferta de produtos. É importante ainda fidelizá-los e para isso um bom atendimento é o primeiro passo. Acompanhe os seus consumidores, antes, durante e depois das vendas. Uma das melhores maneiras de se obter sucesso é transformando clientes em parceiros. Faça com que eles se sintam especiais.








© 2019 - Atac (Todos os direitos reservados)